MODELAGEM MASCULINA



Entre os diversos cursos oferecidos pela escola, está o curso de modelagem masculina. 
O curso modelagem em alfaiataria masculina é indicado para quem sabe costurar ou quem tenha realizado o curso modelagem corte e técnicas de costura para iniciantes.
Está entre as 15 peças modeladas nesse curso; a camisa, a calça clássica e com pregas, o paletó com dois e três botões e com transpasse de quatro botões. 
Nosso aluno fez o curso inicial e confeccionou algumas peças femininas. 
Agora seus projetos são outros! Modelagem em alfaiataria masculina.



curso de corte e costura
Camisa masculina confeccionada por Vladimir

Vladimir

Bermuda confeccionada por Vladimir 

Modelagem de Saia Estilo Evasê Para Cintura Maior.

Como desenvolver modelagem de saia estilo evasê para cintura de medida mais larga!

A saia evasê é ajustada até a região do quadril, a partir do quadril abre-se o rodado da saia.
Isso acontece através do fechamento das pences até a região do quadril.

Para fazer modelagem da saia evasê precisamos da medida da cintura, medida do quadril e comprimento da saia.
Acrescenta-se 3 a 4 cm a mais na cintura para abertura do evasê, proporcionando o evasê através da eliminação de pences.
Quando a cintura é mais fina permite-se acrescentar um valor maior que 3 a 4 cm. 

Quanto mais puder ser aumentado na cintura, maior será a abertura do evasê, mais rodado.


curso de corte e costura

Mas, vamos falar do tipo de saia estilo evasê para medidas de cintura maior!

Quando a cintura é mais larga de forma que não permite o acréscimo do valor a mais na cintura para fazer o evasê através do fechamento das pences, podemos usar outra maneira de construir a modelagem?

Sim! A saia será justa até a região do quadril com abertura estilo evasê tradicional, é a saia godê americano que pode ser modelada para cinturas finas ou largas, produzindo efeito do evasê desejado. A modelagem poderá ser construída das duas maneiras, eliminando pences ou sem eliminação de pences. Confira!

curso de corte e costura


Reaparecimento da Modelagem Cintura Baixa.

Tem gente apostando nas peças de cintura baixa! Como as modelos abaixo!


  Emily Ratajowski, Kendall Jenner e Bella Hadid

Segundo previsões da apresentadora e modelo Alexa Chung a calça de cintura baixa deverá ser tendência e será peça chave em muitos looks . 

 Alexa ChungPinterest 

Inclusive, algumas grandes marcas como McQueene, Roberto Cavalli, Tommy Hilfiger entre outras marcas, apresentaram nas passarelas internacionais seus desfiles, nas coleções incluíram calças com cintura baixa. 

Cintura Baixa - Alexandre McQueen, Desigual, Versus Versace e Roberto Cavalli SS 17

                                                       
Tommy Hilfiger Fall 17 - Imagem via Vogue

O que você acha do reaparecimento da modelagem de cintura baixa?


A calça estampada pode produzir looks bacanas e originais.

A calça estampada pode produzir looks bacanas e originais. Se você tem o corpo em formato triângulo invertido, isto é, os ombros com medidas maiores que a cintura e os quadris (🔻), ela é perfeita para equilibrar sua silhueta!! Dicas:
.Se a calça for flare, então, não tem erro: pode ser usada por qualquer formato de corpo, já que, mais
justa até o joelho, e com a boca mais larga, a flare tem o poder de equilibrar ombros e quadris.
.Se vc está acima do peso, ou não quer chamar a atenção, opte por estampas miúdas.
. Para não errar e o look ficar harmonioso, a blusa certa é a de cor lisa: branca, preta, ou numa das cores da estampa (eu apostaria nessa !😉). Mas também pode ser num tom de nude ou outro neutro, que não brigue com a estampa.
.Por fim, mas não menos importante: se a calça for flare ou pantalona, cuidado com o comprimento da barra. Sempre cobrindo o salto do sapato, rente ao chão, mesmo se usar com flats. A calça com barra mais curta que o correto pode achatar sua silhueta e derruba a harmonia do look na hora!!!!! Não tenha medo da calça " varrer o chão" !!!! Água e sabão resolvem. (😉)

Fotos reprodução
Confira! Diversos Cursos de Moda Vestuário.

Economia Criativa Vem Ganhando Força na Moda Vestuário.

Com o aumento no índice de desemprego e aumento de custos das mercadorias, faz surgir a necessidade de poupar renda e investir na econômica criativa, tanto como consumidor quanto empreendedor.

Economia criativa é um novo conceito que vem ganhando espaço, é um movimento presente no tipo de atividade econômica, o Do It Yourself" também conhecido como "DIY" ou Faça Você Mesmo."

Nos momentos de crise e recessão, o "Faça Você Mesmo" desperta interesse em pessoas atentas às tendências de mercado, pessoas que encontram no movimento "Faça Você Mesmo" não só uma forma de suprir suas necessidades de consumo, mas também a oportunidade de tornar o movimento em um negócio lucrativo.

Conheça Nossos Cursos!


curso de corte e costura      curso de corte e costura    curso de corte e costura


curso de corte e costura    curso de corte e costura    curso de corte e costura

curso de corte e costura